Postado por em abr 3, 2012 | 17 comentários

A Páscoa na Hungria é um dos costumes mais lindos que conheço. Como o país é muito antigo, tem costumes muito diferentes de qualquer outro e adaptam sua cultura às que o mundo todo conhece.

A parte do coelho também existe, ele esconde ovinhos no jardim e as crianças procuram por ele. Mas com os avanços e a globalização, o chocolate também não fica de fora, vem em formato de ovo ou coelhinho, porém os ovos de chocolate não são tão grandes como no Brasil, é de tamanho de ovo mesmo. Os ovos de Páscoa, normalmente são de verdade, ovos de galinha pintados à mão. Existem artesanatos e pinturas lindas com o ovo! Como esses das imagens a seguir:

Foto: via JCU

Foto: via Dunakorso

Foto: via Képeslap

Foto: via Szabina

Há uma tradição que os húngaros fazem questão de manter, e é algo muito interessante e diferente. Homens e seus filhos, saem com um frasco de perfume cada um e vão regar (já explico) todas as mulheres que conhecem (as mais íntimas, pelo menos). Meu marido sempre sai com meus filhos. Em casa, logo que acordamos no dia de páscoa, eles se arrumam todos bonitinhos, de camisa e tudo, pegam seu frasquinho de perfume e me chamam.
Ao chegar até eles, eles recitam uma poesia, jogam perfume em mim e depois saem para visitar outras. Eles sempre vão na casa de todas as velhinhas do bairro, que ja esperam com docinhos e ovos caprichados.

O versinho é assim:

Zöld erdőben jártam,
Kék ibolyát láttam.
El akart hervadni,
Meg szabad-e locsolni?

Andei por uma floresta verde,

Vi uma violeta azul.

Ela queria murchar,

 Será que posso regar?

Existem vários versinhos, todos são relacionados a flores que são regadas, esse que coloquei é um dos mais famosos e é o que meu marido e meus filhos sempre recitam. No caso, as mulheres são as flores e são regadas para que permaneçam lindas e perfumadas.
Depois do verso, eles espirram um perfume no cabelo das mulheres da casa em que foram visitar e recebem ovos coloridos como recompensa, por vezes chocolate e até um pouquinho de dinheiro.
É um dia muito divertido, sempre espero minhas visitas e meus meninos voltam cheios de ovos coloridos. Encontramos pessoas que não vemos a tempos e os que vemos sempre também, conversamos bastante e comemos docinhos com os convidados.
Entre os mais jovens o costume é regar mesmo, com mangueira ou baldes d’agua. Nas cidadezinhas mais tradicionais eles vestem-se com roupas húngaras e é ainda mais lindo. O tradicional é o banho de balde mesmo.
O vídeo abaixo é um relato bem bonito, com fotos do costume húngaro de páscoa.

Apesar de nos molharmos toda, ou ficarmos cheirando a dez perfumes diferentes misturados, o sentido da tradição é muito bonito, o carinho e o respeito com as mulheres da casa, e sempre me emociona ver que isso é passado de geração para geração. Não consigo olhar para meus filhos sem me emocionar nesse dia, seu pai está lhes passando uma tradição que lhe foi passada por seu avô e esperamos que eles passem para seus filhos e netos também.

E como se diz em húngaro: Boldog Húsvét! Feliz Páscoa!

{Carol}

Foto destacada: via Livejournal